segunda-feira, 25 de agosto de 2014

É tempo de renovação


Olá meus amigos,

É com muita satisfação que comunicamos o retorno das atividades deste blog. Depois de um período afastados, agora estaremos novamente juntos, compartilhando saberes e aumentando ainda mais a nossa rede de informações acerca dos temas sobre saúde e bem-estar.

Nesta oportunidade renovamos o compromisso da nossa proposta editorial de lançar sempre conteúdos atuais, interessantes, dinâmicos (...) sempre pensando em você, que nos acompanha há mais de 2 anos nesse nosso trabalho. E só para lembrar: como sempre, estaremos abertos para todas as críticas e sugestões para o engrandecimento dessa nossa nobre causa. Por isso, participe!

No mais, agradecemos sempre o carinho e a atenção pelo nosso blog...e vamos em frente, porque é tempo de renovação!!


segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Após decisão da ANS, 225 planos de saúde são suspensos em todo Brasil.




A partir de hoje (14/01/13), 225 planos de saúde administrados por 28 operadoras estarão proibidos de serem comercializados em todo Brasil. A decisão foi da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e foi tomada em razão do descumprimento dos prazos máximos fixados para marcação de consulta, exames e cirurgias.

A medida não afeta ou pelo menos não pode afetar em nada o atendimento nos hospitais e clínicas. Durante três meses os planos que sofrerem a punição estão proibidos de firmar novos contratos. Algumas operadoras terão que passa pela chamada "direção técnica", que é uma espécie de intervenção, com a execução de planos de reestruturação, visando a melhoria no atendimento. Desde dezembro de 2011, quando foi iniciado o monitoramento, 16 operadoras não vem cumprindo de forma reincidente os critérios estabelecidos  pelo governo e serão indicadas para a abertura de processo para que corrijam as anormalidades.
As outras 12 operadoras suspensas e não reincidentes deverão assinar um termo de compromisso visando à redução do número de reclamações. De acordo com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, isso significa que elas vão ter que adequar a rede de prestadores e os serviços de relacionamento e atendimento ao cliente.
"Para quem tem um plano de saúde que a partir de 14 de janeiro terá a venda suspensa, todos os direitos continuam valendo. O que está suspensa é a incorporação de novos clientes", explicou o ministro. "É muito importante que a população continue participando do monitoramento", completou.
As operadoras que não cumprem os prazos máximos de atendimento estão sujeitas a multas de R$ 80 mil a R$ 100 mil para situações de urgência e emergência. Em casos de reincidência, elas podem sofrer medidas administrativas como a suspensão da comercialização de parte ou da totalidade de seus planos e a decretação de regime especial de direção técnica, com o afastamento dos dirigentes.
O balanço divulgado hoje indica ainda que, das 38 operadoras que tiveram planos suspensos em outubro do ano passado, 18 melhoraram os resultados e vão poder voltar a comercializar um total de 45 planos de saúde.
Confira as empresas que tiveram planos de saúde suspensos: 

Admedico Administração de Serviços Médicos - 10 planos

Clinipam Clínica Panaraense e Assistência Médica - 3 planos 

Cooperativa de Trabalho Médico de São Luís - Unimed - 4 planos

Crusam Cruzeiro do Sul Serviço de Assistência Médica - 3 planos

Esmale Assistência Internacional de Saúde Ltda - 2 planos

Excelsior Med - 14 planos

Green Line Sistema de Saúde - 41 planos

Hbc Saúde S/C - 4 planos

Itálica Saúde - 1 plano

Operadora Ideal Saúde - 9 planos

Plamed - Plano de Assistência Médica Ltda - 5 Planos

Promédica - Proteção Médica a Empresas S.A. - 12 planos

Real Saúde - 12 planos

Recife Meridional Assistência Médica Ltda - 4 planos

Saúde Assistência Médica Internacional - 3 planos

Saúde Medicol - 5 planos

Serviço Social das Estradas de Ferro - 6 planos

Sms - Assistência Médica - 13 planos

Social-Sociedade Assistencial E Cultural - 5 planos

Sosaúde Assistência Médico Hospitalar - 8 planos

Unimed Brasilia Cooperativa De Trabalho Médico - 1 plano

Unimed Das Estâncias Paulistas Operadora de Planos de Saúde, Sociedade Cooperativa - 4 planos

Unimed Federação Interfederativa das Cooperativas Médicas do Centro-Oeste e Tocantins - 6 planos 

Unimed Guararapes Cooperativa de Trabalho Médico - 1 plano 

Unimed Paulistana Sociedade Cooperativa de Trabalho Médico - 39 planos

Unimed Salvador Cooperativa de Trabalho Médico - 10 planos

Universal Saúde Assistência Médica - 3 planos

Viver Sis-Sistema Integrado de Saúde - 1 plano

Em nota, a Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde), que representa as empresas de seguro de saúde, informou que a suspensão dos planos correponde a um momento de transição no mercado. "A ANS passou a fiscalizar o cumprimento dos prazos e a punir as operadoras que não os respeitam. Contudo, a FenaSaúde entende que é necessário melhorar essa prática, por meio de uma padronização dos critérios de qualificação das operadoras nas diferentes áreas da ANS, pela maior transparência desses critérios e garantia de ampla defesa prévia por parte das operadoras alcançadas". A entidade diz ainda que apenas uma empresa associada foi afetada com a suspensão da comercialização de planos e que o número de beneficiários dessa empresa representa 0,5% dos clientes das associadas.


Confira os prazos de carências máximos permitidos por lei

24 horas para os casos de urgência e emergência;
300 dias para partos;
180 dias para os demais casos;
24 meses para cobertura de doenças ou lesões preexistentes

Confira os prazos máximos para marcação de consulta de cada especialidade:

1. Consulta básica (pediatria, clínica médica, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia): em até sete dias úteis;

2. Consulta nas demais especialidades médicas: em até 14 dias úteis;

3. Consulta/sessão com fonoaudiólogo: em até dez dias úteis;

4. Consulta/sessão com nutricionista: em até dez dias úteis;

5. Consulta/sessão com psicólogo: em até dez dias úteis;

6. Consulta/sessão com terapeuta ocupacional: em até dez dias úteis;

7. Consulta/sessão com fisioterapeuta: em até dez dias úteis;

8. Consulta e procedimentos realizados em consultório/clínica com cirurgião-dentista: em até sete dias úteis;

9. Serviços de diagnóstico por laboratório de análises clínicas em regime ambulatorial: em até três dias úteis;

10. Demais serviços de diagnóstico e terapia em regime ambulatorial: em até dez dias úteis;

11. Procedimentos de alta complexidade - PAC: em até 21 dias úteis;

12. Atendimento em regime de hospital-dia: em até dez dias úteis;

13. Atendimento em regime de internação eletiva: em até 21 dias úteis.

Como reclamar

Segundo a ANS, após entrar em contato com o plano de saúde e não conseguir marcar o procedimento dentro do prazo máximo o consumidor deverá entrar em contato com a operadora e pedir uma alternativa de atendimento, sempre anotando os números de protocolo, que servirão de comprovação. Se a operadora não solucionar a questão o consumidor deve entrar em contato com a agência e fazer uma denúncia por telefone (Disque ANS 0800-701-9656), pelo site ou em um dos 12 Núcleos da agência nas principais capitais do País.

FONTE
Terra, G1, UOL

Luan Simões

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Fisioterapeuta que não se comunica, se trumbica: A Fisioterapia e a iniciativa da FisioBrasil



Atualmente a comunicação e o compartilhamento de informações em massa tem sido uma das ferramentas mais utilizadas no mundo inteiro, inclusive aqui no nosso país. Tendo em vista o grande impacto, influencia e velocidade das informações veiculadas, principalmente com o advento das redes sociais, estamos diante de uma grande revolução nos meios de comunicação; onde as pessoas têm cada vez mais acesso à esta informação, podendo inclusive compartilha-la, fazendo com que a rede se torne cada vez mais extensa, alcançando mais e mais visualizações do conteúdo veiculado.

Considerando essa nova realidade, as mais diversas vertentes sócio-culturais, econômicas, políticas, profissionais, dentre inúmeras outras; estão fazendo uso desses mecanismos da comunicação, expandindo assim as informações que poderiam ser restritas a apenas um perfil específico  da sociedade. Na área da saúde não poderia ser diferente. A Fisioterapia comemora em 2013 os dezessete anos da criação de uma das primeiras iniciativas visando democratizar a nossa ciência na sociedade.

A Revista FisioBrasil chega aos dezessete anos como periódico técnico-científico de maior circulação da Fisioterapia brasileira. O compromisso com o desenvolvimento da profissão de fisioterapeuta fizeram com que estudantes, fisioterapeutas e empresários confiassem nas páginas dessa revista. Em julho de 2010, a FisioBrasil alcançou a marca de 100 edições publicadas, um verdadeiro feito na nossa área. O foco da revista não é apenas na ciência da Fisioterapia, mas também o profissional fisioterapeuta. São mais de cem mil fisioterapeutas brasileiros atualizados não apenas do ponto de vista clínico, das mais recentes pesquisas científicas, mas também atualizados na relação da Fisioterapia com a ética, educação, política, sociedade, saúde pública etc. Ou seja, sem deixar de discutir também em suas páginas o presente e o futuro da profissão de fisioterapeuta.

Os números da Revista FisioBrasil impressionam. Com um tamanho de mercado de 340 mil e seis edições por ano com média de 70 mil leitores, não existe dúvidas que a FisioBrasil é o maior, mais completo e mais abrangente veículo de comunicação independente da Fisioterapia nacional, possuindo até mesmo assinantes no exterior, sendo seus artigos escritos por Especialistas, Mestres e Doutores, o que lhe atribuiu em mais recente requalificação da CAPES, a Classificação Qualis "B".É o maior publicador exclusivo e independente de artigos de Fisioterapia da América Latina.

Sem dúvidas para a Fisioterapia, a FisioBrasil é motivo de grande orgulho e alegria, considerando seu tempo de trabalho em prol dos anseios da nossa profissão. É por essas e por outras, que o InfoFisio incentiva e apoia a adesão dos profissionais e acadêmicos de Fisioterapia à Revista FisioBrasil, visando o fortalecimento e a unificação da nossa profissão e a democratização da mesma perante a sociedade, dignificando-a e tornando-a cada dia mais valorizada para que possamos alcançar um novo patamar na Fisioterapia brasileira.


Luan Simões

sábado, 5 de janeiro de 2013

E o que nos guardará o 2013?


Foram dias e meses de muito trabalho e dedicação para o aprimoramento profissional assim como pessoal. Em 2012 pudemos chegar mais longe com o nosso blog, conquistando mais amigos e uma equipe maravilhosa de colaboradores, os quais disponibilizaram tempo e neurônios para produzir para o nosso blog. Não poderia deixar de agradecer à todos eles pelo auxílio nesse trabalho, muito obrigado Amanda Capistrano, João Maciel, Fabrício Conduta, Cristina Bittencourt e Giselle Kramer.

Aproveitando, gostaria de seguir os agradecimentos aos colegas que também foram convidados a compartilhar suas experiências, especificidades e afins com esse blog por meio de textos/artigos e demais meios.

Grato também aos inúmeros amigos, colegas profissionais e acadêmicos de Fisioterapia e das demais profissisões da saúde que acessaram e recomendaram nosso blog. Vocês sempre foram e serão a base desse projeto, são o alvo ao qual queremos atingir. Muito obrigado!

E para finalizar o ano de 2012, não poderíamos ter melhor notícia. O blog infoFisio ficou entre os 100 melhores blogs do Brasil na categoria saúde, após inúmeros turnos de votação aberta e pelo júri especializado no concurso realizado pelo site TopBlog. Nesse mesmo aspecto, chega a informação de que ultrapassamos a barreira dos 63 mil acessos. 

Tudo isso nos honra muito e faz aumentar ainda mais a responsabilidade pelo conteúdo aqui publicado. O sentimento de continuar realizando esse trabalho só engrandece dentro dos nossos corações. O desejo de continuar levando o nome da Fisioterapia adiante é renovado mais uma vez e começaremos esse novo ano com esse sentimento.

Entramos em 2013 com o pé direito, prometendo ser este um ano promissor e cheio de boas expectativas. Sempre com os pés no chão, humildade e dedicação, sabemos que poderemos alcançar muito mais e ir muito mais além daquilo que idealizamos. Com a ajuda de Deus e dos nossos colegas e amigos, vamos seguir em frente, sempre buscando crescer, melhorar, evoluir.

Bem vindo 2013!!

Luan Simões

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Fisioterapia e Terapia Ocupacional na TUSS: mais uma conquista histórica para a nossa profissão.


No mês de comemoração do dia do fisioterapeuta e do terapeuta ocupacional, mais uma conquista histórica foi garantida pela articulação política do Sistema Coffito-Crefitos em parceria com a Fenafisio e a Agencia Nacional de Saúde Suplementar – ANS. Pela primeira vez na história, o rol de procedimentos da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional foi incluído na Terminologia Unificada de Saúde Suplementar - TUSS. Até essa conquista, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais eram remunerados na saúde suplementar por procedimentos codificados em tabelas médicas.

Com a nova TUSS, a ANS reconhece que os procedimentos de Fisioterapia e Terapia Ocupacional serão realizados por fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais tendo, então, que classificar, codificar e respeitar a regulamentação dos procedimentos próprios dessas profissões. Contemplar esses procedimentos na TUSS representa uma conquista de independência profissional, garantindo a autonomia necessária para avanços nas negociações junto à Organização Panamericana de Saúde.

Na prática, haverá mais agilidade nas negociações dos honorários com as operadoras de saúde, padronização da nomenclatura de atendimentos alinhada à terminologia adotada pela Fisioterapia e pela Terapia Ocupacional e, sobretudo,  a inclusão de diversos procedimentos já executados, antes não remunerados, a exemplo da consulta, do atendimento domiciliar e da consulta hospitalar.

A publicação dos procedimentos fisioterapêuticos e terapêuticos ocupacionais na TUSS representa uma conquista estrutural que se deu a partir do trabalho do Coffito em ações conjuntas da Comissão Nacional de  Honorários com a Federação Nacional de Prestadores de Serviço em Fisioterapia frente a ANS.  Uma conquista da união e do trabalho articulado  do Sistema Coffito-Crefitos e da Fenafisio.

Fonte: COFFITO
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu perfil

Minha foto
João Pessoa, Paraíba, Brazil
Mestre em Fisioterapia pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE; Especialista em Fisioterapia Cardiorespiratoria; Graduado pelo Centro Universitário de João Pessoa - UNIPÊ. Atualmente é professor universitário, foi fisioterapeuta do Centro de Reabilitação da cidade de Araruna - PB e é Delegado do Conselho de Fisioterapia e Terapia Ocupacional - Regional 1 na Paraíba. Trabalhou no Núcleo de Acolhida Especial do estado da Paraíba pela SEDH e foi pesquisador voluntário de grupos de pesquisa e estudos em saúde na Universidade Federal da Paraíba - UFPB.

infoFisio no Facebook

Seguidores

Visitas do mês

Qual seu estado?

Nos siga pelo Email

Contato:

Email: luancesar_01@yahoo.com.br

Blog Archive

infoFisio

Luan César Ferreira Simões. Tecnologia do Blogger.